Yellen deve ser indicada para presidência do Fed

Atual vice-presidente do banco central dos EUA é favorita, após resistência do Congresso a Lawrence Summers

Andréia Lago, da Agência Estado,

16 de setembro de 2013 | 19h01

WASHINGTON - A atual vice-presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, despontou como a principal candidata a tornar-se a indicada pelo presidente Barack Obama para comandar o banco central dos Estados Unidos após Lawrence Summers ter se retirado da disputa devido à resistência do Congresso, segundo fontes familiarizadas com o processo de sucessão de Ben Bernanke no Fed.

Em junho, Obama mencionou três candidatos finais ao posto numa reunião a portas fechadas com parlamentares: Yellen, Summers e o ex-vice-presidente do Fed Donald Kohn, mas os dois primeiros sempre foram vistos como os principais candidatos.

O processo para selecionar um indicado ainda não começou, segundo autoridades seniores do governo ouvidas hoje, e nenhum novo candidato para o cargo foi adicionado aos nomes anteriores. A única diferença agora, dizem essas fontes, é que Summers não está mais sendo considerado. Um anúncio não deverá acontecer nesta semana, afirmam.

Autoridades da Casa Branca foram criticados nesta segunda-feira pela forma como lidaram com o processo para escolha do sucessor de Bernanke no comando do Fed. A procura por um nome tornou-se uma bagunçada disputa pública em junho passado, após Obama ter começado a falar publicamente sobre sua visão do assunto sem anunciar qualquer decisão. "Balões de ensaio geralmente são uma péssima estratégia", disse John Podesta, presidente do Center for American Progress e ex-chefe de gabinete da Casa Branca durante o governo Clinton. "É preciso fazer a escolha e seguir em frente com ela", afirmou.

Yellen tem amplo apoio entre os democratas no Senado e muitos economistas, mas seu apoio dentro da Casa Branca tem sido tímido. Número dois do Fed desde 2010, ela tem participou do desenho dos controversos programas de compra de bônus do Fed e apoiou os compromissos do BC americano com a manutenção do juro zero.

"Yellen é altamente experiente, tem mostrado bons julgamentos de forma consistente e tem tanto o temperamento quanto o amplo respeito dentro da comunidade do banco central para administrar o Fed", disse Mark Gertler, professor da New York University e amigo de Ben Bernanke. "Ela representaria uma transição suave da gestão de Bernanke."

O secretário de imprensa da Casa Branca, Jay Carney, disse hoje que Obama ainda está decidindo o nome a ser indicado para o comando do Fed, o que será feito neste outono - que, no Hemisfério Norte, se inicia na próxima semana. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Fed

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.