Zona do euro tem superávit comercial de US$ 1,48 bi em janeiro

A zona do euro teve um superávit comercial de 1,2 bilhão de euros, ou US$ 1,48 bilhão (1 euro=US$ 1,2325), em janeiro, de acordo com a agência de estatísticas Eurostat. Em todo o ano de 2003, as exportações caíram 3% em comparação com 2002, para 1,053 trilhão de euros, enquanto as importações ficaram inalteradas em 980,3 bilhões de euros, resultando em um superávir comercial 72,7 bilhões de euros (US$ 89,6 bilhões). Em 2002, a zona do euro havia registrado superávit comercial de 98,9 bilhões de euros. O superávit comercial em janeiro, mês em que geralmente a região registra déficit, surpreendeu o mercado. Economistas consultados pela agência Dow Jones na semana passada haviam previsto déficit de 2 bilhões de euros. As exportações somaram 80,8 bilhões de euros (US$ 99,6 bilhões), e as importações, 79,6 bilhões de euros (US$ 98,1 bilhões). Em janeiro de 2003, a região havia registrado déficit comercial de 1,5 bilhão de euros. A Eurostat revisou sua estimativa de superávit comercial referente a dezembro para 6,1 bilhões de euros, dos 5,7 bilhões de euros anunciados anteriormente. Os 15 países membros da UE, grupo que inclui Reino Unido, Dinamarca e Suécia, tiveram déficit de 9,5 bilhões de euros (US$ 11,7 bilhões) em janeiro, em comparação com superávit de 1 bilhão de euros registrado em dezembro e déficit de 9,3 bilhões de euros de janeiro de 2003. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

22 Março 2004 | 09h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.