Zona do euro tem superávit em conta corrente em julho

A conta corrente da zona do euro (grupo dos 16 países que adotam o euro como moeda) registrou superávit em julho pela primeira vez desde fevereiro de 2008, graças a um aumento no superávit da balança de bens. Dados do Banco Central Europeu mostraram que a conta corrente da área teve superávit de 6,6 bilhões de euros (US$ 9,7 bilhões), em comparação com o déficit revisado de 4,3 bilhões de euros em junho. Esse foi o maior superávit desde dezembro de 2004.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

18 de setembro de 2009 | 07h48

"Agora há sinais de que a desaceleração global está chegando ao fim e que a atividade vai se estabilizar", afirmou Enam Ahmed, economista sênior da Economy.com, da Moody''s, em Londres. No entanto, a perspectiva para as contas corrente e financeira são incertas, observou Ahmed. "A sustentabilidade da recuperação da zona do euro e de seus parceiros comerciais ainda será testada", acrescentou.

O superávit na balança de bens da zona do euro aumentou para 11,2 bilhões de euros em julho, de 2,5 bilhões de euros em junho. Na mesma base de comparação, o superávit na balança de serviços cresceu para 2,7 bilhões de euros, de 1,0 bilhão de euros. Na conta financeira da zona do euro, os investimentos diretos e de carteira combinados mostraram fluxos líquidos para o exterior de cerca de 18 bilhões de euros em julho. Isso resultou de fluxos líquidos internos em investimentos diretos de 5,3 bilhões e de fluxos líquidos externos de investimentos em carteira de 23 bilhões de euros. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
conta correntesuperávitzona do euro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.