seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Zoomp ganha liminar e volta a funcionar

Três dias depois de ter a falência decretada pela Justiça, a Zoomp conseguiu uma liminar para reverter a situação temporariamente. A partir de hoje, a sede da grife, em Barueri (SP), lacrada desde segunda-feira, volta a funcionar. Com isso, a empresa ganha tempo para tentar mudar definitivamente a decisão da Justiça, que julgou procedente o pedido de falência feito pela Allen Comércio e Produtos de Informática, a quem a Zoomp devia cerca de R$ 400 mil. As dívidas da grife somam R$ 60 milhões, sendo R$ 12 milhões com fornecedores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.