Zuckerberg encontra primeiro-ministro do Japão e recebe elogio sobre Facebook

Yoshihiko Noda disse que redes sociais ajudaram as pessoas a compartilhar informações após tsunami e agora prevê infraestrutura antidesastre baseada em TI

Renato Martins, da Agência Estado,

29 de março de 2012 | 18h35

 

TÓQUIO - O primeiro-ministro do Japão, Yoshihiko Noda, reuniu-se em Tóquio nesta quinta-feira com o fundador e executivo-chefe do Facebook, Mark Zuckerberg, e disse que as redes sociais, entre elas o Facebook, ajudaram as pessoas a compartilhar informações logo depois do terremoto e do tsunami de 11 de março do ano passado.

"Queremos construir a infraestrutura antidesastres mais avançada do mundo, usando tecnologia da informação", disse Noda durante a reunião. Zuckerberg se disse entristecido com a tragédia de março de 2010, mas feliz por saber que seu serviço ajudou as pessoas afetadas.

Ele acrescentou que espera tornar os painéis de mensagens do Facebook amplamente disponíveis, para permitir que as pessoas entrem em contato umas com as outras em caso de emergência. As informações são da Dow Jones.

 
Tudo o que sabemos sobre:
FacebookZuckerbergJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.