Dario Oliveira|Estadão
Dario Oliveira|Estadão

B3 recebe multa de R$3 bilhões da Receita Federal

Valores são referentes a ágio com Bovespa; órgão afirma que apresentará impugnação ao auto de infração no prazo regulamentar

Wagner Gomes, O Estado de S.Paulo

21 Setembro 2017 | 21h37

A B3 – nova denominação da Bolsa paulista – informou nesta quinta-feira, 21, que recebeu nova multa de cerca de R$ 3 bilhões da Receita Federal, que questiona o critério usado pela empresa na amortização do ágio gerado pela incorporação da Bovespa, na época do processo de fusão de BM&F e Bovespa, em 2008.

A multa envolve amortização de ágio, para fins fiscais, nos exercícios de 2012 e 2013. O valor inclui R$ 2,22 bilhões a título Imposto de Renda e R$ 798,17 milhões de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), incluindo, multas e juros.

Segundo a B3, o auto de infração aponta suposta diminuição indevida das bases de cálculo dos referidos tributos por força do valor atribuído ao ágio.

++ Doria firma parceria com a B3 em busca de inovação

A companhia disse que apresentará impugnação do auto de infração da Receita, que o ágio foi constituído de acordo com a lei e que continuará a amortizar, o ágio, conforme a lei.

Mais conteúdo sobre:
Receita Federal

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.