JF DIORIO / ESTADÃO CONTEÚDO
JF DIORIO / ESTADÃO CONTEÚDO

Banco Original é denunciado na CVM por favorecer negócios com o grupo JBS

Instituição financeira pertence ao grupo, dono da marca Friboi; prática, segundo denunciante, atentaria contra o mercado de capitais

Camila Turtelli e Mariana Durão, O Estado de S.Paulo

01 Novembro 2016 | 19h44

SÃO PAULO E RIO - A Comissão de Valores Mobiliário (CVM) recebeu nesta terça-feira, 1°, uma denúncia feita pelo advogado Nacir Sales, representando o produtor rural Gileno Alves, sobre o financiamento de pecuaristas por meio do Banco Original, instituição financeira do grupo JBS. 

Em nota divulgada hoje pelo advogado, ele afirma que a acusação é de que a instituição financia apenas pecuaristas dispostos a abater seus gados nos frigoríficos do Grupo JBS e utiliza-se de recursos da empresa para alavancar os negócios do banco e da JBS Negócios Agropecuários.

Segundo Sales, o ato atenta contra o mercado de capitais. Os atos, ainda de acordo com ele, caracterizam o privilégio ao acionista majoritário, o que se denomina como "Partes Relacionadas". Procurado pelo Broadcast, sistema de informações em tempo real do Grupo Estado, o Banco Original disse que não vai se pronunciar sobre o assunto.

De acordo com informações do site da CVM, um processo administrativo foi aberto como resultado da reclamação de Soares. A JBS S.A. aparece como "interessado" no processo registrado sob o número SP-2016-433. 

A partir de agora, o órgão regulador do mercado de capitais deve apurar a denúncia e, provavelmente, ouvir a companhia. Se encontrar indícios de que os fatos mencionados por Soares têm fundamento, a CVM pode fazer uma acusação em um processo sancionador ou optar por aprofundar as investigações, abrindo um inquérito. Procurada, a CVM disse apenas que o assunto "está sendo analisado".

 

Mais conteúdo sobre:
SÃO PAULOCVMBroadcastSoares

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.