Bitcoin Banco
Bitcoin Banco

Bitcoin Banco fecha contrato com Müller & Prei Auditores

O grupo vai contar com o serviço de auditores independentes para analisar suas empresas, entre elas a NegocieCoins, uma das maiores plataformas no mercado brasileiro de criptomoedas

Pedro Ladislau Leite, O Estado de S.Paulo

26 de julho de 2018 | 17h41

O grupo Bitcoin Banco, de Curitiba, fechou a contratação da Müller & Prei para fazer a auditoria de suas empresas. O grupo comprou em setembro de 2017 a NegocieCoins, plataforma de negociações de criptomoedas com 50 mil clientes e movimentação de cerca de R$ 700 milhões por mês em volume de negócios.

O trabalho da auditoria será analisar, primeiramente, os balanços e os processos de gestão interna a partir de setembro de 2017, quando houve a incorporação da plataforma. O processo terminará com a emissão de um relatório final, que deve sair daqui a três meses.

Posteriormente, a Müller & Prei irá auditar o ano de 2018 e o trabalho prosseguirá de forma contínua. Além da parte contábil, também serão realizadas a auditoria dos processos fiscal, trabalhista e previdenciário. Dois auditores serão destacados para trabalhar junto às empresas do grupo.

Para o diretor do Bitcoin Banco Johnny Santos, "a contratação da Müller & Prei é de suma importância" e significa uma iniciativa inédita no mercado de criptomoedas brasileiro, que ainda é visto com desconfiança pela maioria dos investidores.

"Essa parceria demonstra a preocupação do grupo com a transparência de seus negócios no segmento das criptomoedas”, disse por meio de nota o executivo.

Além da NegocieCoins, o grupo detém a plataforma Zater, a Imobiliária Inspira Imóveis (que aceita pagamento e depósito caução em bitcoins), a Opencoin (unidade destinada a desenvolver um token de utilidades).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.