CEO da Aer Lingus irá comandar nova Malaysia Airlines

O homem que recebeu o crédito pela virada da companhia aérea irlandesa Aer Lingus foi escolhido para comandar a companhia que será sucessora da Malaysian Airline System (MAS), que está voltando a ser uma empresa privada depois de ser atingida por dois desastres aéreos distintos.

REUTERS

05 Dezembro 2014 | 11h47

O Khazanah Nasional, fundo soberano da Malásia e controlador da MAS, disse nesta sexta-feira que nomeou Christoph R. Mueller como presidente-executivo designado e fez outras nomeações de liderança para a nova empresa, batizada de Malaysia Airlines.

"As nomeações anunciadas hoje fazem parte dos esforços do governo e do Khazanah de lançar alicerces fortes para o futuro sucesso da nossa companhia aérea nacional", disse o primeiro-ministro malaio, Najib Razak, em um comunicado divulgado pelo Khazanah.

No mês passado, a MAS registrou seu pior prejuízo trimestral desde o final de 2011, com o número de passageiros e os retornos médios das tarifas caindo drasticamente na sequência de duas catástrofes sucessivas - a perda do voo MH370 a caminho da China e, em seguida, a destruição de voo MH17 sobre a Ucrânia.

(Por Yantoultra Ngui)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.