Estadão
Estadão

Comitê de governança da BM&FBovespa não vê conflito de interesse sobre Pedro Parente

O novo presidente da Petrobrás também preside conselho de administração da Bolsa

Luana Pavani, Cynthia Decloedt, O Estado de S.Paulo

06 Junho 2016 | 11h18

O comitê de governança da BM&FBovespa entende que não há conflito de interesse na posição de Pedro Parente, que é seu presidente do conselho de administração, e também presidente da Petrobrás. As recomendações do comitê serão submetidas para análise na próxima reunião do conselho de administração da BM&FBovespa, informa o comunicado, sem precisar a data.

A nota vem em resposta a ofício da Superintendência de Relações com Empresas da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), datado da última sexta-feira, questionando sobre a manifestação do órgão de governança sobre o tema. Na semana passada, o presidente da CVM, Leonardo Pereira, havia indicado que a autarquia estava analisando a posição de Parente em cargos importantes de duas grandes companhias de capital aberto.

 

Mais conteúdo sobre:
Pedro Parente Petrobrás CVM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.