Divulgação
Divulgação

Eco101 pede registro de companhia aberta na CVM

Concessionária do grupo EcoRodovias é responsável pela operação, manutenção e duplicação de um trecho de 475,9 km da BR-101

Priscila Jordão, Reuters

20 Fevereiro 2015 | 08h54

A Eco101 Concessionária de Rodovias S.A., concessionária do grupo Ecorodovias, pediu registro de companhia aberta na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), segundo dados no site autarquia.

A Eco101 administra trecho de 475,9 km da BR-101, sendo 17,5 km na Bahia, desde o trevo de acesso ao município de Mucuri, e 458,4 km no Espírito Santo, indo até a divisa com o Rio de Janeiro. A companhia é responsável pela operação, manutenção e duplicação da rodovia.

Durante os 25 anos de duração da concessão, serão investidos 3,2 bilhões de reais na rodovia, segundo a empresa. No período de um ano, a companhia investiu mais de 250 milhões na recuperação de todo o trecho.

Mais conteúdo sobre:
ecorodoviascvmgovernança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.