Paulo Vitor/Estadão
Paulo Vitor/Estadão

Governo abre processo contra Oi Móvel por infrações ao consumidor

Órgão do Ministério da Justiça instaurou processo administrativo contra a operadora para investigar supostas infrações ao Código de Defesa do Consumidor

Luci Ribeiro, O Estado de S.Paulo

20 Abril 2018 | 18h05

BRASÍLIA - O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), órgão da Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça, instaurou processo administrativo contra a operadora Oi Móvel para investigar supostas infrações da empresa ao Código de Defesa do Consumidor.

+ Para reforçar internacionalização, Itaú cria conselho para América Latina

O despacho com a decisão está publicado no Diário Oficial da União (DOU). A empresa tem dez dias para apresentar defesa.

A investigação foi aberta "ante os indícios de infração ao disposto nos artigos 4º, I e III; 6º, II e IV, 39, II e IX, todos do Código de Defesa do Consumidor".

+ Proposta do governo veta segundo mandato para diretores do BC

Esses trechos da lei tratam, entre outras questões, da proteção do usuário contra publicidade enganosa, métodos comerciais coercitivos ou desleais, e contra outras práticas abusivas do fornecedor como "recusar atendimento às demandas dos consumidores, na exata medida de suas disponibilidades de estoque, e, ainda, de conformidade com os usos e costumes". 

De acordo com despacho, a ação contra a empresa foi movida pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.

Mais conteúdo sobre:
Oi Código de Defesa do Consumidor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.