Governo fará nova Medida Provisória para tratar das dívidas dos clubes

Grupo de trabalho interministerial terá prazo de 15 dias, prorrogável por mais 15, para concluir os trabalhos sobre a repactuação das dívidas dos clubes de futebol com o setor público brasileiro

O Estado de S. Paulo

20 de janeiro de 2015 | 19h06

O governo federal criará um grupo de trabalho interministerial para formular texto de uma Medida Provisória pela qual será normatizada a repactuação das dívidas dos clubes de futebol com o setor público brasileiro. A informação foi divulgada há pouco pelo Ministério do Esporte, em nota. O grupo terá prazo de 15 dias, prorrogável por mais 15 dias, para concluir os trabalhos.

A elaboração do conteúdo da nova MP contará com representantes dos ministérios do Esporte, da Fazenda, da Justiça, da Previdência Social e pela Casa Civil da Presidência da República. Segundo a nota divulgada nesta tarde, a formação desse grupo segue orientação da presidente Dilma Rousseff.

"O governo federal é sensível à necessidade de parcelamento do passivo tributário e trabalhista, mas defende a adoção, em contrapartida, de boas regras de governança e adoção do fair play financeiro pelos clubes brasileiros", cita a nota, assinada pelo novo ministro do Esporte, George Hilton. Além dos integrantes do governo, serão convidados para compor a comissão a Confederação Brasileira de Futebol, representantes do Bom Senso Futebol Clube, especialistas e jornalistas.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Governança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.