Valente deixa presidência da Telefônica Brasil

Empresa informou que sua controladora, a espanhola Telefónica, irá propor a nomeação do atual CEO da GVT para ocupar o cargo; momentaneamente, posto ficará com o atual diretor de RI da Telefônica

Eulina Oliveira, O Estado de S. Paulo

25 de março de 2015 | 19h42

O conselho de administração da Telefônica Brasil elegeu nesta quarta-feira Alberto Manuel Horcajo Aguirre, atual diretor de Finanças, Recursos Corporativos e de Relações com Investidores da companhia para os cargos de diretor presidente e diretor geral e executivo, em substituição, respectivamente, a Antonio Carlos Valente da Silva e a Paulo Cesar Pereira Teixeira. Aguirre acumulará as funções pelo prazo remanescente do mandato dos substituídos ou até que o conselho de administração delibere pela eleição de novos diretores.

No fato relevante, a operadora informa ainda que a controladora da companhia, a espanhola Telefónica, divulgou nota mencionando que proporá ao conselho de administração da companhia a nomeação de Amos Genish, atual CEO da GVT, para ocupar a presidência da Telefônica Brasil após a efetivação da aquisição da GVT, o que deverá ocorrer ao longo do primeiro semestre deste ano.

Além disso, conforme o comunicado, Paulo Cesar Pereira Teixeira deixou também o cargo de membro do conselho de administração da companhia. Já Antonio Carlos Valente permanecerá no cargo de presidente do conselho de administração.

 

Tudo o que sabemos sobre:
governançaGVTtelefónica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.