Lucro da Chevron cresce 147% no 1º tri e supera previsão

Petroleira americana lucra US$ 4,55 bilhões no período e receita aumenta 33%, para US$ 48,2 bilhões

Marcílio Souza, da Agência Estado,

30 de abril de 2010 | 11h00

A Chevron, segunda maior petroleira dos EUA em valor de mercado, obteve lucro de US$ 4,55 bilhões (US$ 2,27 por ação) no primeiro trimestre deste ano, 147% maior que o de US$ 1,84 bilhão (US$ 0,92 por ação) de igual período do ano passado. Os resultados do primeiro trimestre deste ano incluem US$ 0,20 por ação em ganhos com desinvestimento, parcialmente ofuscados por custos de US$ 0,09 por ação relacionados a reestruturação.

A receita aumentou 33%, para US$ 48,2 bilhões. Analistas consultados pela Thomson Reuters previam lucro de US$ 1,94 por ação e receita de US$ 53,3 bilhões. De modo geral, as petroleiras têm anunciado forte aumento de seus lucros, beneficiadas pelos preços do petróleo, mas as operações de refino estão ficando para trás, já que os aumentos dos preços do petróleo bruto estão superando melhorias de demanda.

Flutuações cambiais reduziram o lucro da Chevron em US$ 198 milhões, em comparação com o impacto de US$ 54 milhões há um ano. O lucro das atividades de exploração e produção mais do que triplicou, já que a produção cresceu 5%, sendo 9% nos EUA e 3% no estrangeiro. O preço médio do petróleo aumentou 97% e o do gás natural subiu 28%.

Já o segmento de refino e comercialização viu seu lucro recuar 74%. O grupo planeja reestruturar essas operações por meio da venda de ativos e alerta que isso pode resultar em perdas de empregos neste ano e no próximo.

As ações da Chevron, que integram o índice Dow Jones, subiam 0,75% às 11h (de Brasília). As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Chevronlucrotrimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.