SABMiller registra alta de 3% em volumes de cerveja no 4º tri fiscal

Os volumes de refrigerantes também aumentaram 3% no quatro trimestre 

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

19 de abril de 2011 | 10h21

A SABMiller, segunda maior fabricante de cerveja do mundo em volume, reportou um aumento acima do esperado nos volumes de cervejas larger no quarto trimestre fiscal, impulsionada pelas operações em mercados emergentes da África e Ásia. O grupo, que também tem ações listadas em Johannesburg, na África do Sul, obtém atualmente mais de 80% dos seus lucros dos mercados emergentes. Às 9h45 (de Brasília), as ações da companhia subiam 1,32% na Bolsa de Londres.

Os volumes de cervejas larger subiram 3% no trimestre encerrado em 31 de março, em bases orgânicas - que exclui aquisições e vendas de ativos -, em comparação com a alta de 2% no mesmo período do ano fiscal anterior. A previsão dos analistas era de uma alta de 1,7%. Os volumes de refrigerantes também aumentaram 3% no quatro trimestre.

A receita da companhia no ano fiscal fechado, em bases orgânicas e de câmbio estável, cresceu 5%, enquanto a receita por hectolitro aumentou 3%.

Na África, incluindo o Zimbábue, os volumes de cervejas larger aumentaram 13% no ano fechado, impulsionados pelo investimento na capacidade e na expansão do portfólio de marcas da SAB Miller.

Na Ásia, os volumes de cervejas larger avançaram 8%, suportados pela forte performance na China e na Índia. Na América Latina, que tem sido uma área de crescimento importante para a companhia, viu os volumes de cervejas larger aumentarem somente 1%, afetada pelo aumento dos impostos na Colômbia.

Na Europa, os volumes de cervejas larger subiram 2% no quatro trimestre fiscal, em termos anuais. No ano fechado, os volumes recuaram 3%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
SABMillerÁfricaÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.