Abreu e Lima inicia 2ª unidade em maio, diz a Petrobras

A Petrobras estima que, a partir de maio de 2015, a segunda unidade da Refinaria Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco, inicie a operação. O primeiro trem está previsto para começar a produção já em novembro, segundo o diretor de abastecimento da companhia, José Consenza.

ANDRÉ MAGNABOSCO, ANTONIO PITA; FERNANDA NUNES E VINICIUS NEDER, Estadão Conteúdo

11 de agosto de 2014 | 11h52

Consenza também defendeu que a refinaria não apresentará novos custos para a companhia e, ao contrário, representará o novo "benchmarking" no setor. "A Refinaria Abreu e Lima (Rnest) está entrando com nosso benchmarking em relação ao custo. É uma refinaria extremamente sofisticada tecnologicamente. A gestão tem obrigação de usar todos esses recursos para que isso se traduza em redução de custos, e isso deve acontecer", afirmou Consenza.

A previsão, diz o executivo, é de que o segundo trecho da refinaria inicie a produção em maio de 2015 e que o início da operação do primeiro trem, em novembro, permita compensar as importações de diesel. "Ela já está em procedimento de partida, sistemas estão sendo liberados, como na área de serviços, geração de energia, tratamento de água. Estão sendo feitos os grandes trabalhos de check de instrumentos e limpeza de tubulação. Nossa expectativa é que a partida seja muito rápida", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
PetrobrasbalançoAbreu e Lima

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.