Ação da Boeing cai 1,5% após balanço; prejuízo é menor que o esperado

As ações da Boeing caem 1,5% nas operações realizadas antes da sessão regular de Nova York, depois da divulgação de prejuízo de US$ 160 milhões (ou US$ 0,21 por ação) no segundo trimestre, segundo o website MarketWatch. O prejuízo não chegou a superar o previsto pelos analistas consultados pela Thomson First Call, que projetavam perdas de US$ 0,22 por ação, informa a agência Dow Jones. No mesmo período do ano passado, a companhia havia reportado lucro de US$ 566 milhões ou US$ 0,70 por ação. O prejuízo embute despesas, já informadas anteriormente, de US$ 1,15 por ação, correspondentes a ações judiciais e ao programa internacional de vigilância no transporte aéreo.As receitas subiram 2% nos últimos três meses, para US$ 14,99 bilhões, de US$ 14,68 bilhões em 2005. As receitas, por sua vez, foram maiores do que os US$ 14,97 bilhões esperados pelo mercado.A Boeing reduziu sua previsão de lucro por ação para o ano fiscal de 2006, nas bases do GAAP, para refletir despesas divulgadas em 29 de junho, para US$ 2,40 por ação a US$ 2,55 por ação. Mas elevou sua projeção de lucro por ação e de receita para o ano fiscal de 2007 em US$ 0,15 e US$ 1 bilhão, respectivamente. A Boeing prevê agora lucro por ação entre US$ 4,25 a US$ 4,45 por ação para 2007 e receitas entre US$ 64,5 bilhões e US$ 65,5 bilhões. A previsão de Wall Street era de lucro de US$ 4,49 por ação e receitas de US$ 65,41 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.