Ação da Cemig lidera perdas do Ibovespa após balanço

As ações preferenciais da Cemig lideram as baixas do índice Ibovespa na abertura do pregão hoje, com desvalorização de 1,05%. A companhia divulgou ontem à noite o balanço financeiro do segundo trimestre do ano, e o lucro líquido superou as estimativas dos analistas consultados pela Agência Estado. Já a receita líquida ficou abaixo da estimativa. A Companhia Energética de Minas Gerais registrou lucro líquido de R$ 325,351 milhões, queda de 33,17% sobre igual período de 2005, ante projeção média de R$ 288 milhões. O faturamento ficou em R$ 2,127 bilhões, com alta de 8,78%, mas aquém da expectativa de R$ 2,242 bilhões. Foram consultados Fator Corretora, Banco Santander e Banco Brascan. Em relatório de hoje, o Bear Stearns diz que o resultado operacional da Cemig no período veio abaixo de suas expectativas. A instituição financeira ressalta que a receita da classe industrial (a maior da empresa), que inclui vendas aos consumidores livres, caiu 7,7% na comparação anual, apesar de uma baixa de 1,6% nos volumes. Ontem, as ações caíram 0,35%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.