Ação da Lojas Renner volta a ser negociada às 11h10

As negociações com as ações da Lojas Renner estão suspensas na Bovespa desde as 10h05 para que sejam feitos esclarecimentos a respeito do pagamento de juros sobre o capital próprio. A companhia anunciou agora pela manhã que seu conselho de administração aprovou o pagamento de juros sobre o capital próprio no valor bruto de R$ 18,919 milhões, correspondentes a R$ 0,1544 por ação. O pagamento será feito até dez dias após a assembleia geral ordinária (AGO) de 2012.

EQUIPE AE, Agencia Estado

27 de junho de 2011 | 11h02

Porém, a Lojas Renner corrigiu a data em que as ações da companhia passarão a ser negociadas "ex-juros sobre o capital próprio" no montante bruto total de R$ 18,919 milhões, correspondentes a R$ 0,1544 por ação. Terão direito ao provento os detentores de ações da companhia na data de hoje. A partir de amanhã, 28 de junho, as ações passarão a ser negociadas "ex-juros".

No comunicado anterior, feito mais cedo, a posição acionária válida para o recebimento dos proventos seria ontem, quando houve a reunião do conselho de administração da companhia, e a data "ex-juros" seria hoje. Isso provocou a suspensão dos negócios com os papéis da Renner na Bovespa pouco depois das 10 horas de hoje.

Após os esclarecimentos, a Bolsa informou que os negócios com as ações da Lojas Renner serão retomados a partir das 11h10 do pregão desta segunda-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
açõesBolsaLojas Renner

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.