Ação do Pão de Açúcar está barata, segundo o banco UBS

Para o investidor que tenta garimpar pechinchas entre as ações brasileiras, o banco UBS tem uma dica: Pão de Açúcar. As ações da empresa varejista caíram no último mês e ficaram baratas, o que fez com que o UBS deixasse de classificá-las como "neutra 2" e passasse a "comprar 2". A elevação, explica o UBS, deve-se ao fato de as ações terem caído "26% em dólar nos últimos 30 dias, performance inferior à de companhias do mesmo segmento". Segundo o banco, os "piores" efeitos das vendas fracas e do aumento da competição no setor já foram precificados, ou seja, já causaram efeito no preço das ações e não representam mais uma ameaça. . O banco também reduziu em 6%, para R$ 94, o preço-alvo em doze meses das ações preferenciais do Pão de Açúcar. Ontem, essas ações terminaram o pregão na Bolsa de Valores de São Paulo valendo R$ 66,38 (com alta de 6,94% sobre a cotação da véspera). O preço-alvo de R$ 94 significa que a ação tem potencial para render 41,6% até junho do ano que vem. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

23 de junho de 2006 | 07h00

Tudo o que sabemos sobre:
ações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.