Ação PN da Mundial tem forte alta após leilão

Há pouco, as ações ON da Mundial registravam ganhos de 7,28%, ante alta de 0,15% do Ibovespa 

Fátima Laranjeira, da Agência Estado ,

30 de junho de 2011 | 11h05

As ações preferenciais da Mundial - Produtos de Consumo abriram o pregão em alta de 28%, liderando as maiores valorizações do mercado, após a companhia informar que seu conselho de administração recomendará a assembleia geral de acionistas (AGE) a ser convocada a migração da companhia para o Novo Mercado da Bovespa. Os papéis PN ficaram em leilão até agora há pouco, com a venda de um lote de 4,752 milhões de ações ofertados a R$ 2,35 - 30% acima do preço de fechamento de ontem, de R$ 1,80. Segundo operadores, o preço do leilão das ações PN saiu a R$ 2,27. Logo após o início das negociações, porém, as ações PN voltaram a leilão, segundo informações da Agência Bovespa. O leilão aconteceu até as 10h49.

Há pouco, as ações ON da Mundial registravam ganhos de 7,28%, ante alta de 0,15% do Ibovespa.

Além da proposta de migração para o Novo Mercado, o jornal O Globo publica hoje reportagem informando que a Mundial estaria no alvo da Hypermarcas, segundo fontes do mercado. Mas a Mundial afirmou ao jornal que não foi procurada por nenhuma companhia e que pretende fazer aquisições já no próximo ano.

Pela proposta da Mundial, a conversão das ações preferenciais será feita na proporção de 0,8 ação ordinária para cada PN. "A diretoria da companhia dará início imediatamente às negociações com a BM&FBovespa visando obter as autorizações necessárias à listagem das ações da companhia no Novo Mercado", diz o fato relevante divulgado pela Mundial.

A proposta também será submetida a assembleia especial de preferencialistas da companhia. Os acionistas titulares de ações preferenciais que não concordarem com a migração para o Novo Mercado terão direito de recesso, considerando suas posições acionárias de ontem (29). O valor de reembolso aos acionistas dissidentes será de R$ 0,32 por ação, com base nas demonstrações financeiras de 31 de dezembro de 2010.

Tudo o que sabemos sobre:
MundialaçõesNovo Mercado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.