Ações aceleram ganhos em Nova York

Os principais índices de ações do mercado norte-americano aceleraram os ganhos nesta última hora de negócios em Nova York, impulsionados pelo fraco dado de inflação ao produtor, que acalmou os temores de apertos futuros na política monetária e tirou o foco das preocupações sobre uma desaceleração do crescimento econômico. O Nasdaq está caminhando para registrar seu maior ganho em pontos em um dia em mais de três semanas, enquanto o S&P-500 pode fechar no maior nível em mais de dois meses. "O PPI (índice de preços ao produtor) esmagou qualquer preocupação na economia", disse o presidente da Awad Asset Management, Jim Awad. "O dado reforça, no momento, a noção de que o Fed (Federal Reserve, banco central dos EUA) não será um problema", acrescentou. Pela manhã, o Departamento de Trabalho informou que o PPI subiu 0,1% em julho, ante uma expectativa de alta de 0,4%, enquanto o núcleo - que exclui os preços de energia e alimentos - caiu 0,3%, de uma expectativa de alta de 0,2%. Awad observou, contudo, que as gigantes do setor de varejo Home Depot e Wal-Mart deram perspectivas cautelosas ao divulgarem seus respectivos resultados trimestrais, mas o sentimento do mercado no momento é de olhar mais para o lado positivo. "Haverá dias em que o mercado vai se preocupar novamente com as taxas de juro e outros dias em que irá se preocupar que, talvez, a desaceleração da economia seja excessiva", disse Awad. Às 16h43 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 130 pontos (1,18%), o Nasdaq avançava 44 pontos (2,13%) e o S&P-500 registrava alta de 17 pontos (1,37%). As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

15 de agosto de 2006 | 16h52

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.