Ações da Coca-Cola, J&J e Delta Air Lines recuam após balanços

Apenas a companhia aérea apresentou prejuízo no primeiro trimestre

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

20 de abril de 2010 | 12h56

As ações das companhias norte-americanas Coca-Cola, Johnson & Johnson e Delta Air Lines operam em terreno negativo em Nova York, após a divulgação de seus resultados corporativos do primeiro trimestre. A Coca-Cola informou um lucro de US$ 1,61 bilhão ou US$ 0,69 por ação no primeiro trimestre, alta de 20% em comparação com o ganho de US$ 1,35 bilhão ou US$ 0,58 por ação de igual período do ano passado. Excluindo os custos de reestruturação e baixas contábeis, o lucro foi de US$ 0,80 por ação no período. A receita aumentou 5%, para US$ 7,53 bilhões. Os analistas ouvidos pela Thomson Reuters tinham previsto um lucro de US$ 0,75 por ação sobre uma receita de US$ 7,72 bilhões. Às 12h30, as ações da companhia apresentavam queda de 1,53%, cotadas a US$ 54,47.

 

A gigante de cuidados com a saúde Johnson & Johnson observou uma alta de 29% no seu lucro durante o primeiro trimestre. A empresa disse, no entanto, que a reforma da saúde aprovada recentemente nos EUA afetaria seus resultados financeiros neste ano e no próximo. O lucro da companhia totalizou US$ 4,5 bilhões ou US$ 1,62 por ação nos primeiros três meses do ano, superando o lucro de US$ 3,5 bilhões ou US$ 1,26 por ação, no mesmo trimestre de 2009. O resultado incluiu um ganho líquido de US$ 910 milhões relacionado a uma resolução da disputa de patentes com a Boston Scientific Corp. Excluindo o ganho, o lucro da J&J somou US$ 1,29 por ação, acima das estimativas dos analistas, que esperavam US$ 1,27 por ação. Às 12h30, os papéis da companhia recuavam 0,20%, para US$ 65,90.

 

Já a empresa aérea Delta Air Lines reportou um prejuízo de US$ 256 milhões nos primeiros três meses do ano, ou US$ 0,31 por ação, em comparação com a perda de US$ 794 milhões ou US$ 0,96 por ação de igual período do ano passado. O resultado incluiu US$ 0,08 em despesas com reestruturação e impactos provenientes da desvalorização da moeda da Venezuela. A receita da companhia subiu 2,5%, para US$ 6,85 bilhões. A previsão dos analistas era de um prejuízo de US$ 0,23 por ação sobre uma receita de US$ 7,01 bilhões. Às 12h30, as ações da empresa tinham queda de 0,99%, para US$ 13,04. As informações são da Dow Jones.

 

Tudo o que sabemos sobre:
açõesbolsaEUACoca-ColaJ&JDelta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.