Sérgio Neves/Estadão
Sérgio Neves/Estadão

Negociação da Alpargatas faz ação da JBS subir 9%

Liberação de venda de ativos para Minerva também influenciou bom humor de investidores

O Estado de S.Paulo

13 Julho 2017 | 13h18

No centro do episódio mais recente da crise política, a JBS conseguiu uma vitória dupla nesta quarta-feira, 12. A dona das marcas Friboi e Seara foi liberada pela Justiça para vender suas operações na Argentina, no Paraguai e no Uruguai para o frigorífico Minerva. A venda estava embargada desde 21 de junho.

+ Alpargatas pode ser vendida por até R$ 3,5 bilhões

Além disso, sua controladora, a J&F, fechou a venda da Alpargatas para a Itaúsa, controladora do Itaú, e o fundo Cambuhy, que tem os Moreira Salles entre seus sócios.  

Assim, as ações da empresa dos irmãos Batista tiveram forte alta na Bolsa nesta quinta-feira, 13, chegando perto dos 10% de alta. Na máxima cotação do dia até o momento, os papéis subiam 9,69% por volta de 11h45. As ações ordinárias da JBS fecharam em alta de 9,39%, cotadas a R$ 7,22.

+ Justiça libera venda de ativos bloqueados da JBS para o Minerva

Fora do Ibovespa, Alpargatas tinha ganho de 4,01%, após a empresa ter confirmado que seu acionista controlador, a J&F Investimentos vendeu o controle acionário da empresa. Itaúsa PN, por sua vez, tinha leve alta de 0,11%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.