Ações da Light e Energias do Brasil caem após balanços

Após balanços, as ações das elétricas Light e Energias do Brasil apresentam queda no pregão de hoje da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Por volta das 11h30, as ações ON da Light desvalorizavam 1,97%, para R$ 14,90. Os papéis ON da Energias recuavam 2%, para R$ 26,31. Às 11h38, o Ibovespa, o principal índice da Bovespa, recuava 0,11%, aos 36.640 pontos. O lucro líquido do segundo trimestre deste ano divulgado pela Energias do Brasil ficou abaixo do esperado pelos analistas consultados pela Agência Estado. Na média de Santander Banespa, Banco do Brasil, Ágora Corretora e Fator Corretora, o lucro do grupo seria de R$ 78,38 milhões, representando uma queda de 60,43% em relação ao segundo trimestre de 2005. A empresa, no entanto, teve ganho de R$ 26,069 milhões, com baixa de 86,8%. A Energias do Brasil registrou faturamento de R$ 1,058 bilhão, enquanto os analistas esperavam R$ 1,13 bilhão. Já a Light registrou no primeiro semestre um resultado financeiro negativo em R$ 62,3 milhões, ante lucro de R$ 313,1 milhões no mesmo período do ano passado. A perda no segundo trimestre foi de R$ 8,124 milhões. A receita operacional bruta da Light cresceu 18,6% no período, atingindo R$ 4,037 bilhões. Segundo o comunicado, a empresa foi beneficiada pelo reajuste tarifário de novembro. Mas, em contrapartida foi influenciada negativamente pela queda no consumo de energia de todos os segmentos do mercado e pela saída de consumidores livres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.