Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Ações da Oi despencam e registram baixa de mais 20%

Papéis da tele derreteram com investidor cético sobre interesse de bilionário na companhia

Renato Carvalho, O Estado de S.Paulo

14 Junho 2016 | 18h16

As ações da Oi voltaram a ser destaque na Bolsa nesta terça-feira, 14, pela forte volatilidade. Na máxima do dia, as ações ON (com direito a voto) da operadora chegaram a subir mais de 6,5%. 

Isso por conta da notícia veiculada na coluna Direto da Fonte, de Sonia Racy, que revela o interesse do bilionário egípcio Naguib Sawiris, dono da Global Telecom (ex-Orascom), na empresa brasileira. No entanto, o cenário mudou à tarde, e os papéis ON e PN (preferência no recebimento de dividendos) fecharam entre as principais quedas do mercado.

Oi ON terminou o dia em baixa de 23,49%, na mínima do dia, e PN recuou 14,44%. Os papéis passaram boa parte do dia em leilão, por conta das fortes variações de preços. Segundo Sonia Racy, o bilionário chegou a fazer no ano passado um lance pela Telecom Itália e, no Brasil, analisou a fatia do Opportunity na Brasil Telecom. Ainda pela manhã, em comentário a clientes, analistas do Itaú BBA disseram estar céticos quanto à possibilidade de qualquer investidor se envolver com a Oi antes de o processo de reestruturação de dívida avançar.

Um operador do mercado financeiro ressalta que a regulamentação do setor de telecomunicações no Brasil também é um empecilho para um negócio como esse. "Nesse momento, qualquer notícia provoca uma euforia. Mas vai ganhar dinheiro com a Oi quem acertar o tempo certo de virada da empresa. É um papel muito descontado", explica.

Esse profissional lembra que há uma grande expectativa para uma consolidação dentro do segmento de telefonia, mas para que isso aconteça, é necessária ao menos uma empresa que tenha capital suficiente para realizar esse movimento, e também um modelo que viabilize uma fusão, como por exemplo a compra de uma das grandes que atuam no Brasil e sua divisão em diversas novas companhias.

Mais conteúdo sobre:
Oi Bolsa Sonia Racy Brasil Telecom Bovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.