Ações da Perdigão caem após desistência de compra

Depois de liderarem a alta do índice Ibovespa da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) com a primeira recusa dos acionistas da Perdigão após a Sadia elevar sua proposta em 4%, de R$ 27,88 para R$ 29,00 por ação, na noite de ontem, as ações das duas companhias passaram a cair. Às 15h48, os papéis da Sadia recuavam 0,16% e os da Perdigão perdiam 5,43%. E o Ibovespa diminuía 1,09%, aos 35.456 pontos. O volume da Bovespa projetado para o final do pregão era de R$ 1,46 bilhão até o horário acima. O motivo é que a Sadia decidiu, hoje, revogar definitivamente a oferta pela Perdigão. Em fato relevante, a empresa informa que tomou a medida "tendo em vista as reiteradas recusas manifestadas por acionistas integrantes do grupo de controle" da empresa, juntamente com WEG Participações e Serviços, Perdigão Sociedade de Previdência Privada e Fundo de Investimento em Títulos e Valores Mobiliários - Librium. Esses acionistas detêm em conjunto 55,38% do capital da Perdigão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.