Ações de bancos e Petrobrás ajudam Bovespa em dia de alta

Setor bancário é beneficiado pela notícia de que representantes dos bancos apresentaram aos ministros do STF proposta de acordo nas ações que envolvem os planos econômicos

Luciana Antonello Xavier, Agência Estado

11 de março de 2014 | 11h48

A bolsa paulista tenta se recuperar da queda de segunda-feira, 11. Investidores acompanham as tensões na Ucrânia e a agenda fraca impede uma definição mais clara dos negócios. Às 11h50, o Ibovespa avançava 1,06%, aos 456.016 pontos, tendo operado em alta desde o início da sessão. Nos EUA, o Dow Jones subia 0,20%, o S&P 500, 0,25%  e o Nasdaq subia 0,44%.

As ações da Petrobrás ON subiam 0,32% e as PN tinham alta de 0,46%. As ações de bancos também subiam: Itapu Unibanco ON, 0,93%, Bradesco, 0,35%, Santander Unit, 0,52%, e Banco do Brasil, 1,02%. Segundo apurou o Broadcast, serviço da Agência Estado, o setor é beneficiado pela notícia de que representantes dos bancos apresentaram aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) proposta de acordo nas ações que envolvem os planos econômicos.

Os números da Anfavea divulgados mais cedo não alteraram o viés negativo trazido pela produção industrial que, apesar de acima da mediana, não foi considerada uma surpresa positiva. Os agentes, apurou o Broadcast, serviço da Agência Estado, olharam a revisão em baixa para dezembro e o acreditam de janeiro que não compensa a retração do fim do ano passado.

A produção de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus no mercado brasileiro somou 281.452 unidades em fevereiro, alta de 18,7% na comparação com janeiro e avanço de 16,9% ante fevereiro de 2013. Com o resultado, a produção acumula queda de 2,7% nos dois primeiros meses do ano sobre igual período de 2013, para 518.638 unidades.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.