Ações do Bradesco têm ganho após compra do BMC

As ações do Bradesco respondem com alta ao anúncio de compra do banco BMC feito antes da abertura do pregão na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Às 11h25 o papel preferencial (PN) subia, 0,79% cotado a R$ 89,70, após 117 negócios concluídos. Na máxima, as ações saíram a R$ 90,00. Os papéis ON registravam ganho de 0,12%, a R$ 85,50. No mesmo horário, a Bovespa avançava 0,72%. O Banco informou que está adquirindo o BMC, com pagamento a ser feito via ações. Pelo negócio, os acionistas do BMC receberão papéis do Bradesco correspondentes a aproximadamente 0,94% do seu capital social, que será aumentado em R$ 800 milhões. A concretização da operação está subordinada à aprovação das autoridades competentes, com previsão para ser concluída durante o primeiro semestre de 2007. As ações a serem emitidas e atribuídas aos acionistas do BMC serão aprovadas em assembléia geral extraordinária do Bradesco quando ocorrer o fechamento da operação. O BMC será convertido em subsidiária integral do Bradesco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.