Ações do varejo operam em alta após redução dos juros

A decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de reduzir a taxa básica de juros (Selic) em 0,5 ponto porcentual, para 14,25% ao ano repercutiu de forma positiva sobre as ações de consumo e construção civil hoje. Operadores comentam que esses setores são os mais sensíveis às taxas de juros. A expectativa é de que a redução dos juros colabore para o aumento do consumo e também incentive a aquisição de imóveis, inclusive como opção de investimento, a partir do momento em que as aplicações tradicionais de renda fixa deixam de ser tão atraentes. No varejo, a lista de altas traz Pão de Açúcar PN (+2,28%), Lojas Renner ON (+2,38%) e Lojas Americanas PN (+2,70%). Vale lembrar que Pão de Açúcar se recupera de quedas recentes após o fraco desempenho do segundo trimestre e Lojas Americanas ainda sobe influenciada pela decisão da empresa de conceder tag along (direito de receber o mesmo prêmio pago ao controlador no caso de venda do controle da companhia) de 100% aos papéis. As exceções no setor hoje são Natura ON (-0,47%) e Submarino ON (-1,10%), que mostram ganhos expressivos acumulados em agosto. Na área de construção, os destaques são Cyrela ON (+3,77%), Rossi ON (+4,19%) e Company ON (+1,24%). Localiza ON (+4,56%) também mostra alta expressiva. Operadores explicam que juros menores tendem a aquecer a economia e, conseqüentemente, incentivam a locação de veículos para frotas de empresas e viagens de negócios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.