Ações em Nova York firmam-se em alta após Livro Bege

Os mercados norte-americanos exibiram reação discreta ao Livro Bege (resumo da atividade econômica, preparado para servir de base para a próxima reunião de política monetária nos Estados Unidos, marcada para os próximos dias 27 e 28), divulgado nesta tarde. Os índices de ações mostraram-se os mais sensíveis, firmando-se em território positivo. Às 16h39, o Nasdaq subia 0,55%, e o Dow Jones avançava 0,52%. Antes do anúncio, os índices alternavam altos e baixos. De um lado, eram ajudadas pelos preços em baixa do petróleo e pela elevação de previsão de lucro anunciada pela DuPont, cujas ações ganhavam 2%; de outro, eram pressionados pelo juro em alta dos títulos do Tesouro dos Estados Unidos. Os preços das notes de 10 (T-Note) anos estão na defensiva desde a divulgação, durante a manhã, do índice de atividade industrial Empire State, do Fed de Nova York. O indicador apontou forte alta de 21,02 em fevereiro para 31,16 em março, contrariando a expectativa de queda para 18,0. O juro da T-Note subia para 4,7407% no mesmo horário. Os preços dos contratos futuros de petróleo, por sua vez, mantêm-se em baixa, pressionados pelo aumento dos estoques nos EUA e pelo recuo dos futuros de óleo para aquecimento e gasolina. O contrato de petróleo bruto para abril negociado na Nymex cedia 1,51%, para US$ 62,15 o barril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.