Ações perdem fôlego e bolsas europeias fecham em baixa

Quatro das seis principais bolsas do continente encerraram no vermelho, após nova rodada de dados decepcionantes dos EUA

Agência Estado

16 de maio de 2013 | 13h37

A escalada recente das ações na Europa perdeu fôlego nesta quinta-feira, 16, com quatro das seis principais bolsas do continente encerrando o pregão no vermelho, após uma nova rodada de dados decepcionantes dos EUA. Os indicadores, porém, reforçaram a esperança de que o Federal Reserve, o banco central norte-americano, mantenha sua política de estímulos, o que ajudou os mercados europeus a fechar longe das mínimas do dia. O índice pan-europeu Stoxx 600 teve uma queda marginal de 0,03%, a 307,97 pontos.

O número de trabalhadores norte-americanos que entrou pela primeira vez com pedido de auxílio-desemprego subiu mais que o esperado na semana passada, enquanto as construções de casas iniciadas nos EUA despencaram 16,5% em abril, contrariando uma previsão de recuo bem menor, de 6,4%. Além disso, o índice de atividade industrial regional do Meio-Atlântico, medido pelo Fed da Filadélfia, caiu para -5,2 em maio, de 1,3 em abril, ficando bem aquém da expectativa de avanço para 2,0. Já o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da maior economia do mundo caiu 0,4% em abril ante março, um pouco mais do que o recuo de 0,3% previsto por economistas.

Após fechar em alta por dez sessões consecutivas, a Bolsa de Londres recuou 0,09% nesta quinta-feira com o índice FTSE 100 a 6.687,80 pontos. Em Paris, a queda foi semelhante, de 0,08%, e o índice CAC 40 encerrou o dia aos 3.979,07 pontos.

A maior perda foi da Bolsa de Madri, cujo índice IBEX 35 apresentou declínio de 0,47%, para 8.542,30 pontos. Em Lisboa, o índice PSI 20 das ações portuguesas mais negociadas caiu 0,44%, para 6.063,45 pontos.

As exceções foram os mercados de Frankfurt, onde o índice DAX registrou um modesto ganho de 0,09%, para 8.369,87 pontos, e de Milão, com alta de 0,29% do índice FTSE Mib, para 17.544,01 pontos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasEuropafechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.