Ações recuam em Nova York com realização de lucro

As ações nos EUA abriram em baixa, com a realização de lucros antes da temporada de balanço, que começa amanhã com a divulgação dos resultados da Alcoa, e o avanço do preço do petróleo. Às 13h40 (de Brasília), o índice Dow Jones recuava 0,23%, o Nasdaq estava estável e o S&P 500 caía 0,10%. O Wal-Mart, com queda de 1%, pesava sobre as blue chips (ações de primeira linha), depois que o Goldman Sachs rebaixou sua recomendação para a ação de neutra para compra, citando temor de que as vendas continuem fracas. Ainda entre os componentes do Dow Jones, IBM subia 1,4% após ser elevada de neutra para compra pelo UBS. A disparada do petróleo logo depois da abertura das Bolsas em Nova York pressionou o mercado. As previsões de temperaturas mais frias nos EUA e as especulações sobre um encontro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para decidir nova redução na produção favoreceram o avanço dos preços. Às 13h45, no entanto, o contrato para fevereiro do West Texas negociado na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) eletrônica desacelerava a alta e ficava momentaneamente em território negativo, caindo 0,02%, a US$ 56,30, depois de chegar US$ 57,72 na máxima do dia até agora. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.