Ações recuam em NY, com fraco indicador industrial

Os principais índices de ações do mercado norte-americano permanecem perto das mínimas do dia, influenciados pela desapontadora previsão de vendas da blue chip (empresa com ação de primeira linha) Intel, que pesa sobre o setor de tecnologia, e pelo indicador de atividade industrial do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) de Filadélfia, que veio mais fraco que as expectativas. Juntos, indicador e Intel reavivaram as preocupações sobre uma desaceleração do crescimento econômico dos EUA. Por volta das 16h45, as ações da Intel recuavam 6,87%. Às 16h47 (de Brasília), o índice Dow Jones recuava 78 pontos (0,71%), o Nasdaq caía 37 pontos (1,83%) e o S&P-500 registrava queda de 9 pontos (0,74%). A ata da reunião de final de junho do Fed falhou em dar ânimo ao mercado de ações, apesar das autoridades monetárias indicarem que esperam um recuo da inflação nos próximos trimestres. "Com as expectativas de inflação contidas e os custos unitários da mão-de-obra mantidos baixos pelos ganhos contínuos na produtividade e avanços modestos nos salários, a maioria dos participantes previa que a inflação provavelmente recuaria", diz a ata. O documento indicou, porém, que muitos integrantes do comitê mostraram "incerteza significativa" sobre o futuro da política monetária e que um participante via o aperto que seria adotado naquela reunião como "uma decisão difícil". As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.