Ações se recuperam em Nova York com petróleo e Fed

O mercado de ações norte-americano fechou em alta, depois de acumular perdas nas duas sessões anteriores, ajudado pela nova queda dos preços do petróleo e a avaliação mais positiva sobre os recentes comentários de membros do Federal Reserve sobre a economia. "As pessoas que venderam ontem, pensando sobre o que foi dito por alguns membros do Fed, decidiram que não foi realmente tão ruim quanto eles temiam, portanto, isso nos deu um bom começo", disse Al Kugel, estrategista de investimentos da Atlantic Trust/Stein Roe. "E o declínio do petróleo durante o dia aumentou o brilho (do mercado)", acrescentou. Contudo, Michael Panzner, vice-presidente da Collins Stewart, alerta para interpretações exageradas sobre os ganhos desta sexta-feira. "Isso foi provavelmente mais uma recuperação de gato morto; não o início de uma grande alta", disse. Os ganhos desta sexta-feira ajudaram o mercado a recuperar parte das perdas sofridas no meio da semana, ocorridas em reação ao forte aumento do custo da mão-de-obra no segundo trimestre. Os investidores sabem que a inflação dos salários é um elemento da economia que o Fed olha com atenção quando determina sua política de taxa de juro. Sem indicadores econômicos importantes nesta sexta-feira, os investidores olharam para o discurso da presidente do Fed de Cleveland, Sandra Pianalto, esta manhã, que ajudou a enviar os índices de ações para cima. Pianalto disse que embora a inflação seja preocupante, a desaceleração econômica vai ajudar a conter a pressão de preços, repetindo comentários da ata do último encontro do Fed. O índice Dow Jones fechou em alta de 60,67 pontos (0,54%), em 11.392,11 pontos. A mínima foi em 11.332,24 pontos e a máxima em 11.402,84 pontos. O Nasdaq fechou em alta de 10,50 pontos (0,49%), em 2.165,79 pontos, com mínima em 2.154,55 pontos e máxima em 2.168,44 pontos. O Standard & Poor's-500 subiu 4,90 pontos (0,38%), para 1.298,92 pontos. O NYSE Composite avançou 6,83 pontos (0,08%), para 8.345,22 pontos. O volume negociado na NYSE alcançou 1,322 bilhão de ações negociadas, de 1,480 bilhão de ações ontem; 2.046 ações subiram, 1.250 caíram e 136 fecharam nos mesmos níveis de ontem. No Nasdaq, o volume alcançou 1,509 bilhão de ações negociadas, com 1.623 ações fechando em alta e 1.328 em queda. Na semana, o Dow Jones acumulou uma perda de 0,63% e o Nasdaq uma queda de 1,25%.

Agencia Estado,

08 de setembro de 2006 | 18h30

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.