ADRs brasileiros fecham em queda em NY

Índice Dow Jones Brazil Titans 20 recuou 504,12 pontos (1,56%), a 31.733,51 pontos

Álvaro Campos, da Agência Estado,

23 de agosto de 2010 | 17h14

Os ADRs brasileiros negociados em Nova York fecharam em queda, acompanhando o comportamento das bolsas norte-americanas, que continuam pressionadas pelos receios sobre a recuperação da economia global, apesar de terem permanecido durante algum tempo no campo positivo, impulsionadas pela atividade de fusões e aquisições. O índice Dow Jones Brazil Titans 20 recuou 504,12 pontos (1,56%), a 31.733,51 pontos.

 

Um dos piores desempenhos do dia foi o da Braskem, cujos ADRs perderam 4,20%, a US$ 16,42. A Gol recuou 3,44%, a US$ 13,21. A Embraer teve queda de 2,44%, a US$ 24,82.

 

A Vale registrou retração de 3,44%, a US$ 27,19 nos papéis ON; a Vale PN recuou 3,12%, a US$ 23,91. Apesar da empresa negar, surgiram notícias de que a brasileira teria procurado a Potash Corp. sobre a possibilidade de realizarem conversações futuras. A fabricante de fertilizantes canadense quer deter a oferta hostil da BHP Billiton de US$ 38,6 bilhões. Para analistas, o mercado identificou um risco de disputa e decidiu vender os papéis da Vale.

 

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) teve perda de 2,14%, a US$ 16,00. A empresa será obrigada a investir R$ 250 milhões para corrigir problemas na Usina Presidente Vargas, em Volta Redonda, responsável pelo acidente ambiental que poluiu o Rio Paraíba do Sul há dois meses. A siderúrgica terá de cumprir 66 exigências para obter 11 licenças ambientais, segundo informou a Secretaria Estadual do Ambiente.

 

A Fibria Celulose caiu 2,47%, a US$ 15,77, apesar de dados positivos divulgados hoje. De acordo com números da Secretaria de Comércio Exterior, ligada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, a companhia apresentou elevação de 311,64% nas exportações em julho, ante o mesmo período do ano passado, chegando a US$ 121,367 milhões.

 

A Sabesp foi uma das poucas empresas que fechou no campo positivo, com alta de 0,15%, a US$ 40,49.

 

No grupo dos ADRs que mais influenciam a variação do índice, além da Vale, a Petrobras ON teve queda de 1,13%, a US$ 34,03; os recibos PN da estatal perderam 1,34%, a US$ 30,18. O Itaú Unibanco registrou desvalorização de 1,40%, a US$ 21,10.

 

O índice Dow Jones Brazil Titans inclui as 20 ações de empresas brasileiras de maior liquidez e capitalização de mercado negociadas na bolsa norte-americana. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ADRsTitans

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.