ADRs brasileiros negociados em Nova York caem 0,39%

Ações da Oi cedem 4,43%

Álvaro Campos, da Agência Estado,

29 de julho de 2010 | 12h45

Os ADRs brasileiros negociados em Nova York operam em queda, acompanhando as bolsas norte-americanas, que recuam influenciadas por balanços corporativos divergente. Às 12h47 (de Brasília) o índice Dow Jones Brazil Titans 20 recuava 127,68 pontos, ou 0,39%, para 32.548,19 pontos.

 

Novamente uma das piores performances era da Oi (ex-Telemar), que recuava 4,43%, para US$ 14,68. Ontem os recibos da empresa fecharam em queda de 11,06%, após a confirmação do acordo com a Portugal Telecom (PT), que vai comprar a fatia do BNDES e de fundos na brasileira. Para um analista, diante de incertezas sobre as reais mudanças na empresa, muitos investidores estão preferindo vender o papel.

 

Ainda no setor de telecomunicações, a Brasil Telecom tinha queda de 1,85% nos papéis ON, para US$ 20,17; os recibos PN da empresa perdiam 0,33%, a US$ 9,09. A Telesp Par tinha queda de 0,23%, a US$ 21,50. A Vivo Participações registrava retração de 1,63%, a US$ 26,57. A Tim caía 0,14%, a US$ 28,01.

 

O Pão de Açúcar recuava 3,04%, para US$ 66,62. A BRF Brasil Foods perdia 1,10%, a US$ 13,43. O Itaú Unibanco tinha queda de 1,16%, a US$ 22,16.

 

No território positivo, o Santander ganhava 1,61%, a US$ 13,24. A Embraer subia 0,92%, para US$ 25,13. A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) tinha alta de 0,48%, a US$ 16,85.

 

Entre os ADRs que mais influenciam a variação do índice, a Petrobras ON subia 0,25%, para US$ 35,71; os papéis PN da estatal registravam ganho de 0,35%, a US$ 31,54. A Vale ON perdia 0,11%, a US$ 27,75; a Vale PN subia 0,42%, para US$ 24,18.

 

O índice Dow Jones Brazil Titans inclui as 20 ações de empresas brasileiras de maior liquidez e capitalização de mercado negociadas na bolsa norte-americana. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsaADRsOi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.