ADRs brasileiros negociados em Nova York têm forte alta

Destaque positivo foram recibos da Gol, que subiram 6,27%

Álvaro Campos, da Agência Estado,

27 de agosto de 2010 | 18h56

Os ADRs brasileiros negociados em Nova York fecharam em forte alta, acompanhando as bolsas norte-americanas, que subiram impulsionados pelo dado revisado do PIB dos EUA no segundo trimestre e pelo discurso do presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, que disse que o banco central está pronto para adotar mais medidas de estímulo à economia se for necessário. O índice Dow Jones Brazil Titans 20 avançou 991,97 pontos (3,22%), a 31.810,16 pontos.

 

Entre as maiores altas da sessão aparecem os ADRs da Gol, que subiram 6,27%, a US$ 13,06. A Brasil Telecom ON ganhou 5,14%, a US$ 19,24; os papéis PN da empresa avançaram 5,19%, a US$ 8,51. A Cemig ON teve valorização de 5,15%, a US$ 12,25; os recibos PN da companhia registraram alta de 4,98%, a US$ 16,44.

 

O Santander, que chegou a ser negociado no campo negativo hoje, se recuperou e fechou com alta de 1,31%, a US$ 12,39.

 

Entres os ADRs que mais pesam na composição do índice, a Petrobras ON teve alta de 2,08%, a US$ 33,79; os recibos PN da estatal subiram 3,40%, a US$ 30,14. O Itaú Unibanco avançou 4,14%, a US$ 21,13. O Bradesco ganhou 3,16%, a US$ 17,61.

 

A Vale ON subiu 3,86%, a US$ 27,16; a Vale PN registrou valorização de 3,77%, a US$ 23,94. Depois de aplicar aumentos de 170% ao longo do ano, a mineradora anunciou que vai reduzir o preço do minério de ferro em cerca de 10% a partir de outubro. Resultado de uma política de revisão trimestral de preços adotada este ano pela mineradora, os novos valores usam como referência a cotação do mercado à vista na China, que caiu nos últimos meses.

 

O índice Dow Jones Brazil Titans inclui as 20 ações de empresas brasileiras de maior liquidez e capitalização de mercado negociadas na bolsa norte-americana. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ADRsbolsariscoFed

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.