ADRs brasileiros negociados em NY recuam

O índice Dow Jones Brazil Titans 20 recuou 0,25%, para 32.567,22 pontos

Álvaro Campos, da Agência Estado,

27 de julho de 2010 | 17h30

A maioria dos ADRs brasileiros negociados em Nova York fechou em queda, influenciados pelas bolsas norte-americanas, que oscilaram muito durante o dia, com um recuo na confiança do consumidor ofuscando uma alta nos preços dos imóveis residenciais e bons balanços corporativos. Mesmo assim, o índice Dow Jones fechou em leve alta, de 0,12%. O índice Dow Jones Brazil Titans 20 não conseguiu igualar essa performance, e recuou 82,17 pontos, ou 0,25%, para 32.567,22 pontos.

 

Um dos destaques negativos foram os recibos da Eletrobras, que caíram 2,66%, para US$ 15,01 nos ADRs ON; os papéis PN da empresa recuaram 2,69%, para US$ 12,64. A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) perdeu 2,58%, a US$ 16,64.  A Telesp Par registrou retração de 2,40%, a US$ 21,15.

 

No campo positivo, a Oi (ex-Telemar) subiu 2,98%, a US$ 17,27, ainda repercutindo as expectativas de eventuais movimentos de consolidação entre as principais operadoras de telefonia nacionais. A Brasil Telecom teve alta de 0,53% nos recibos ON, para US$ 20,98; o avanço foi de 1,66% nos recibos PN da empresa, que fecharam em US$ 9,21.

 

A Copel ganhou 2,18%, a US$ 22,05. O Santander registrou alta de 1,25%, a US$ 12,98.

 

Entre os ADRs que mais influenciam a composição do índice, a Petrobras caiu 0,28%, a US$ 36,19 nas ações ON; os recibos PN da estatal tiveram queda de 0,13%, a US$ 31,81. A Vale ON cedeu 0,54%, a US$ 27,44; a Vale PN teve

retração de 0,75%, a US$ 23,81. O Itaú Unibanco teve leve queda de 0,09%, a U 21,87.

 

O índice Dow Jones Brazil Titans inclui as 20 ações de empresas brasileiras de maior liquidez e capitalização de mercado negociadas na bolsa norte-americana. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ADRstitans

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.