ADRs negociados em NY sobem; tecnologia lidera

Índice Brazil Titans fechou em alta de 256,12 pontos (0,67%), em 38.464,50 pontos 

Renato Martins, da Agência Estado ,

26 de abril de 2011 | 18h38

Os recibos de ações de empresas estrangeiras negociados em Nova York fecharam em alta, em linha com o resto do mercado. A alta foi liderada pelo setor de tecnologia. O índice de ADRs do Bank of New York subiu 0,7%, para 148,71 pontos.

O índice de ADRs europeus avançou 1%, para 138,04 pontos. Os ADRs da seguradora holandesa Aegon subiram 3,3%, depois de a empresa anunciar que vai vender sua unidade de resseguros Transamerica Reinsurance para a francesa Scor. Os do banco suíço UBS avançaram 5,7%, em reação a seu informe de resultados do primeiro trimestre. A recomendação de compra dos analistas da Brigantine para as ações da O2Micro International, sediada em Cayman, fez subirem várias ações de tecnologia, entre elas os ADRs da Sify Technologies (+5,6%), e os da Infineon (+3,1%).

O índice de ADRs asiáticos subiu 0,3%, para 140,96 pontos. Os ADRs da mineradora chinesa de carvão Yanzhou Coal Mining avançaram 2,7%, em reação a seu informe de resultados. Os da operadora de serviços online Rediff India Ltd. subiram 23%, depois de a empresa anunciar que vai oferecer pacotes de serviços em grupo em 40 cidades da Índia.

O índice de ADRs latino-americanos subiu 0,6%, para 432,25 pontos. Os ADRs do Bancolombia subiram 1,2%, depois de sua diretoria aprovar uma emissão de até US$ 1 bilhão em bônus. O índice Brazil Titans fechou em alta de 256,12 pontos (0,67%), em 38.464,50 pontos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ADRsrecibosações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.