Agenda melhora com indicadores nos EUA e IGP-M no Brasil

São Paulo, 13 de julho - A agenda de indicadores econômicos norte-americanos melhora hoje, aumentando, portanto, o potencial de oscilação das bolsas e de outros ativos no exterior e, conseqüentemente, no mercado brasileiro. A divulgação da primeira parcial do IGP-M é destaque no Brasil, enquanto nos Estados Unidos os investidores deverão acompanhar os dados de desemprego. FGV/IGP-M - A Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulga, às 8 horas, a primeira prévia de julho do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M). No fechamento de junho, o indicador subiu 0,75%. EUA/Desemprego - O Departamento do Trabalho divulga, às 9h30, o número de pedidos de auxílio-desemprego feitos na semana até 8 de julho. Na semana até o último dia 1º houve uma redução de 2 mil pedidos em relação à semana precedente. EUA/Fed - O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) de Minneapolis, Gary Stern, fala, ao meio-dia, sobre a economia e a política monetária do país. EUA/Gás - O Departamento de Energia (DoE) dos Estados Unidos divulga, às 11h30, o nível dos estoques de gás natural na semana até 7 de julho. Na semana até o último dia 1º, os estoques registraram um crescimento de 73 bilhões de pés cúbicos. EUA/Tesouro - O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos divulga, às 15 horas, o resultado das contas do governo federal do país em junho. Em maio, o déficit foi de US$ 42,83 bilhões. EUA/Fed - O Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) divulga, às 17h30, os dados da oferta monetária na semana até 7 de julho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.