Alta inesperada do juro chinês sugere que PIB e inflação estão fortes

Economistas esperam avanço de 9,5% do PIB no terceiro trimestre, inferior ao crescimento de 10,3% registrado entre os meses de janeiro a março

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

19 de outubro de 2010 | 10h05

A inesperada elevação do juro pela China pode ser um sinal de que o PIB do terceiro trimestre e os índices de preços de setembro, que serão divulgado na quinta-feira, devem ter superado as projeções, fazendo do esfriamento da economia e da inflação uma missão mais urgente para Pequim nesse momento.

Segundo pesquisa conduzida com 14 economistas ouvidos pela Dow Jones, espera-se expansão de 9,5% do PIB no terceiro trimestre, inferior ao crescimento de 10,3% registrado no segundo trimestre. O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) deve subir 3,6% em setembro, de acordo com os entrevistados, acelerando levemente da alta de 3,5% em agosto. A mídia local chega a prever um aumento de até 3,9% do CPI em setembro, superando a meta oficial de 3% este ano. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.