Aluguéis no litoral central para o feriado sobem 23,53%

Os aluguéis para o feriado da padroeira Nossa Senhora da Aparecida subiram 23,53% no litoral central do Estado de São Paulo, que abrange cidades como Guarujá e Santos. Segundo pesquisa do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo, esse aumento foi verificado no valor médio cobrado por uma casa de quatro dormitórios, em relação ao feriado do Dia da Independência, em 7 de setembro. O preço da diária, em média, subiu de R$ 283,33 para R$ 350 entre os dois feriados. Dos dez tipos de imóveis pesquisados (casas e apartamentos) a região do litoral central do Estado, somente dois tiveram o valor reduzido: a diária de casas com dois dormitórios caiu de R$ 160 em setembro para R$ 158,33 em outubro; e os apartamentos de três dormitórios caíram de R$ 220,83 para R$ 207,50 (com queda de 6,04%). A pesquisa CRECI-SP mostra que subiram também as diárias das casas e apartamentos tipo quitinete (20,83% e 14,29%, respectivamente) e dos apartamentos de quatro dormitórios (14,94%) e de um dormitório (8,45%). Litoral Sul No Litoral Sul, em cidades como Itanhaém e Peruíbe, a diária que mais aumentou foi a de casas de quatro dormitórios (de R$ 222,50 para R$ 253,33). Os apartamentos com o mesmo número de quartos subiram de R$ 226,67 para R$ 255,00 no período. O aluguel diário de um apartamento de dois dormitórios subiu de R$ 121,82 para R$ 134,17. Litoral Norte No Litoral Norte, que tradicionalmente tem os maiores valores de locação/dia, os aumentos foram mais intensos nos imóveis de menor porte e padrão. A diária de uma casa do tipo quitinete ficou 14,29% mais cara (R$ 70 para R$ 80) e a do apartamento de mesmo padrão, 17,86% (R$ 70 em setembro e R$ 82,50 em outubro). As casas de quatro dormitórios subiram de R$ 369,17 para R$ 392,86. Os apartamentos de quatro dormitórios também ficaram mais caros: de R$ 362,50 para R$ 383,33 em outubro.

Agencia Estado,

20 de setembro de 2006 | 10h58

Tudo o que sabemos sobre:
imóveis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.