América Móvil lança Claro no Chile, terceiro país com a marca

A América Móvil, maior grupo de telefonia móvel latino-americano e controlador da terceira maior operadora brasileira, a Claro, lançou a marca de mesmo nome no Chile, após a recente aquisição da Smartcom. Ela também está presente no Peru desde agosto de 2005."A decisão de mudar o nome de Smartcom para Claro foi a opção encontrada pelo grupo para marcar o nascimento de uma nova empresa", diz Roberto Guenzburger, diretor de Marketing da Claro, em comunicado divulgado hoje pela companhia.A gigante mexicana também modificou a estratégia de negócio adotada no Chile. A partir de agora, a empresa não será focada apenas em um nicho do mercado. O objetivo é atender todos os perfis de clientes, como já acontece no Brasil - de pessoas físicas, jovens, adultos e mulheres, até o segmento corporativo, de pequenas a grandes companhias.Com a nova marca, a operação no Chile pretende encerrar o ano com 2,5 milhões de clientes, o que significará um crescimento de 20% na atual base de usuários. Para alcançar esse objetivo, os serviços e produtos serão personalizados e atenderão às necessidades específicas dos clientes. Além disso, a operadora também aposta na implementação da tecnologia 3G - terceira geração. A Smartcom encerrou junho com 2 milhões de assinantes, equivalente a uma expansão de 14,1% ante o mesmo mês do ano passado.

Agencia Estado,

22 de agosto de 2006 | 11h50

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.