Imagem Coluna do Broadcast
Colunista
Coluna do Broadcast
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Analistas apontam small caps favoritas para este ano

Analistas da Coinvalores, Santander, Magliano, XP Investimentos, Lerosa Investimentos e Planner indicam quais as preferências entre as ações de empresas de menor capitalização

Karin Sato, O Estado de S.Paulo

06 de janeiro de 2018 | 05h00

Os analistas participantes da coluna listaram as suas preferências entre as small caps - ações de empresas de menor capitalização - para 2018. A equipe da Coinvalores indicou a São Carlos, companhia do setor imobiliário que tem alta acumulada em 12 meses de 75% na Bolsa, muito em função da queda da taxa de juros. 

“Agora, acreditamos que o fator que deve impulsionar o papel será a melhora no mercado de escritórios, especialmente em São Paulo”, explicou o analista Felipe Silveira. 

O time do Santander destacou a fabricantes de produtos do setor automotivo Iochpe-Maxion como sua preferência. Apesar de o papel ter praticamente dobrado de valor no ano passado, os analistas acreditam que ainda há espaço para valorização. “Com um crescimento de 9,25% na venda de veículos em 2017, segundo dados da Fenabrave, o setor automotivo voltou a registrar crescimento depois de dois anos em retração”, dizem. 

A empresa de planos odontológicos Odontoprev foi a aposta da Magliano para este ano. “Em nossa visão, o cenário econômico para 2018 deve seguir mostrando sólida recuperação. Nossa indicação para Odontoprev tem relação direta com esta premissa”, afirma o analista Carlos Soares. “Em 2017, se por um lado os planos corporativos foram pressionados nos últimos trimestres com a crise econômica e o desemprego, a Odontoprev viu no crescimento dos planos individuais uma forma de mostrar crescimento de resultados”, diz.

Já a XP Investimentos optou pela fabricante de itens de tecnologia Positivo. A equipe afirma que a ação continua a ser negociada com desconto em relação a seus pares mundiais e em relação a seu histórico. O desconto é de cerca de 50% em relação ao patrimônio. Além disso, a companhia sinalizou que os próximos resultados devem ser fortes em suas principais linhas de negócio.

O analista da Lerosa Investimentos, Vitor Suzaki, por sua vez, disse que o IRB Brasil, do setor de seguros, é a sua small cap favorita para este ano, em função da resiliência do setor e da expansão internacional implicando em elevação de prêmios emitidos, com alta rentabilidade e até superior aos melhores bancos privados. 

Entre as alterações desta semana, a Lerosa indicou a empresa de shoppings BRMalls. A ação estaria barata, na comparação com concorrentes, e as vendas de ativos realizadas no período recente geraram redução da alavancagem, bem como permitiram foco na redução da inadimplência. 

A Planner trocou quase toda a carteira, incluindo Banco do Brasil, afirmando que não acompanhou o bom desempenho recente do papel do concorrente Itaú Unibanco; Braskem, com a expectativa de balanço forte no quarto trimestre de 2017; a incorporadora Cyrela, após a diretoria comentar que teve bom desempenho de vendas nos meses de novembro e dezembro de 2017; e a empresa de fidelidade Multiplus, que tem tido performance na contramão do mercado e voltou a ficar com preço atraente. 

A Magliano incluiu Energias do Brasil, que conta com uma boa gestão, sustentada por um rígido controle de custos e de riscos operacionais e financeiros, além de uma criteriosa estratégia de investimentos de alocação de capital, diz. Indicou também o Santander, que, na visão do analista Carlos Soares, mostra que continua a buscar maior lucratividade, frente a concorrentes. 

Tudo o que sabemos sobre:
Broadcast

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.