Aneel adia decisão de reajuste da Bandeirante e CPFL Piratininga

A Agência Nacional de Energia Elétrica decidiu adiar para quinta-feira a discussão sobre os reajustes de tarifas das distribuidoras Bandeirante e CPFL Piratininga, ambas de São Paulo. A agência deveria ter discutido hoje esses reajustes, em reunião de diretoria. Segundo o superintendente de regulação econômica da agência, Davi Antunes Lima, a decisão foi adiada para dar mais tempo para que a Bandeirante justifique investimentos em andamento.A Bandeirantes apresentou recurso para que esses investimentos fossem considerados para alterar a base de remuneração calculada pela Aneel. Como até 2001 a Bandeirante e a CPFL Piratininga eram uma mesma empresa, o adiamento da decisão do reajuste de uma reflete na outra empresa também. A Bandeirante fornece energia a 28 municípios paulistas, principalmente o Vale do Paraíba e litoral do Estado. Já a Piratininga fornece energia a 26 municípios do Estado, incluindo Baixada Santista e região de Sorocaba.

Agencia Estado,

17 de outubro de 2006 | 12h29

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.