Aneel autoriza operação das turbinas da usina Santo Antônio do Jari

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) concedeu à EDP Energias do Brasil a Declaração Comercial de Operação (DCO) para as unidades geradoras (UG) 03 e 04 da usina Santo Antônio do Jari. O aval ao início das operações comerciais da turbina de número 3 foi concedido nessa quarta, 31. O DCE da UG04 foi recebido no último dia 19 de dezembro.

ANDRÉ MAGNABOSCO, Estadão Conteúdo

01 de janeiro de 2015 | 16h09

"A partir destes atos regulatórios, a usina hidrelétrica Jari passa a ter todas as suas máquinas autorizadas a gerar energia elétrica para cumprir suas obrigações contratuais a partir de 1 de janeiro de 2015", informou a EDP Energias do Brasil em comunicado ao mercado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A usina de Santo Antônio do Jari está localizada no rio Jari, nos Municípios de Laranjal do Jari (AP) e Almeirim (PA), e possui capacidade instalada de 373,4 MW. A garantia física ficou estabelecida em 217,7 MW médios.

As turbinas 03 e 04 geraram 8.851 MWh, em caráter de teste, volume injetado no Sistema Interligado Nacional (SIN). Essa energia foi remunerada pelo Preço de Liquidação de Diferenças (PLD), com referência no submercado Norte. A turbina de número 3 tem capacidade instalada de 123,33 MW e garantia física de 39,9 MW médios. A UG04 tem capacidade instalada de 3,4 MW e garantia física de 3,2 MW médios.

O empreendimento é controlado pela ECE Participações, empresa cujo controle é compartilhado pela EDP Energias do Brasil e pela CWEI Participações, empresa pertencente à China Three Gorges Corporation. Cada companhia possui 50% de participação na ECE Participações.

Tudo o que sabemos sobre:
aneelSanto Antônio do Jari

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.