Ânimo com EUA põe mercados europeus em terreno positivo

A indicação de que a maior economia do mundo está no caminho da recuperação deixou os mercados otimistas

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

23 de dezembro de 2011 | 09h20

As bolsas europeias operam em alta nesta sexta-feira.

Contribuiu para tanto a divulgação dos dados econômicos positivos dos EUA ontem, indicando que a maior economia do mundo está firmemente no caminho para a recuperação, enquanto um importante voto de confiança na Itália colaborou para o sentimento positivo.

Mas nem todo mundo está convencido que o cenário continua promissor. O corretor da Valbury Capital Jonathan Bristow, afirmou que "desculpe por acabar com a ilusão, mas não existe nenhum Papai Noel e os EUA deverão ter um ano muito difícil pela frente, mesmo se as pessoas saíram de suas casas para aproveitar as vendas mais cedo."

Às 9h05 (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,74%, Frankfurt ganhava 0,46% e Paris avançava 1,16%. Entre os periféricos, Madri (+1,08%), Lisboa (+1,47%) e Milão (+0,42%).

Entre as ações em destaque, as da Deutsche Boerse subiam 0,02%, após os reguladores dos EUA aprovarem a fusão planejada com a NYSE Euronext. No entanto, analistas alertaram que o acordo ainda enfrenta obstáculos em sua revisão antitruste europeia. As ações da ING Groep subiam 1,13%, após a companhia de serviços financeiros anunciar que aumentará suas taxas de capital após levantar cerca de € 745 milhões após impostos com uma troca de dívida de € 5,8 bilhões.

No mercado de câmbio, o euro subia US$ 1,3072, de US$ 1,3051, enquanto o dólar caía para 78,04 ienes, de 78,17 ienes. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.