Apesar de queda diária, Bovespa sobe 4,65% em setembro

Ações da OGX deslizaram mais de 20% e pressionaram o Ibovespa para baixa de 2,61%; índice terminou o mês aos 52.338 pontos

Claudia Violante, da Agência Estado,

30 de setembro de 2013 | 17h40

O tombo de mais de 20% das ações da OGX nesta segunda-feira, 30, último pregão de setembro, pesou sobre o Ibovespa. A Bolsa doméstica caiu mais de 2% ainda pressionada por dados abaixo do esperado na China e as incertezas vindas dos Estados Unidos, com a votação sobre o Orçamento do país, que empurraram o índice de volta aos 52 mil pontos.

O Ibovespa terminou a sessão com perda de 2,61%, aos 52.338,19 pontos. Na mínima, registrou 52.291 pontos (-2,69%) e, na máxima, ficou estável, nos 53.737 pontos. É o terceiro mês consecutivo de ganhos, com elevação de 4,61%, a maior de 2013. No ano até setembro, entretanto, a Bovespa acumula perda de 14,13%. O giro financeiro totalizou R$ 7,117 bilhões. Os dados são preliminares.

Operadores comentaram que OGX foi o diferencial da Bovespa, já que sua queda livre penalizou o índice desde a abertura dos negócios. Os papéis da petrolífera de Eike Batista fecharam em nova mínima histórica, de R$ 0,21, queda de 25% - o que representa 0,84 ponto porcentual da queda da Bovespa neste pregão -, com os temores dos investidores de que a empresa possa entrar com pedido de recuperação judicial.

O desempenho da Petrobrás conteve a trajetória negativa do Ibovespa em boa parte do dia. A ação preferencial chegou a se aproximar de 3% de alta em meio à expectativa de reajuste dos combustíveis. Mas o papel perdeu fôlego à tarde a ajudou a arrastar o índice para as mínimas.

Além disso, o Orçamento nos EUA acabou sendo rejeitado pelo Senado no meio tarde e pressionou as Bolsas nova-iorquinas para baixo, o que levou ao desmonte das operações aqui. Petrobrás ON recuou 2,19% e a PN caiu 0,76%.

Vale e siderúrgicas também recuaram, pressionadas por dados da China. Vale ON se desvalorizou 1,99%; Vale PNA, 1,87%; Gerdau PN, 2,64%; Metalúrgica Gerdau PN, 1,76%; Usiminas PNA, 0,94%; e CSN ON, 2,07%.

O índice de gerentes de compras (PMI) do setor industrial da China medido pelo HSBC subiu para uma leitura final de 50,2 em setembro, ante 50,1 em agosto. O resultado ficou abaixo da leitura preliminar, a 51,2.

Nos EUA, o Dow Jones recuou 0,84%, aos 15.129,67 pontos, o S&P caiu 0,60%, aos 1.681,55 pontos, e o Nasdaq terminou em baixa de 0,27%, aos 3.771,48 pontos. O Senado dos EUA rejeitou, por 54 votos a 46, a proposta temporária de financiamento da Câmara, tornando mais provável uma paralisação de muitas agências federais a partir da terça-feira, 1.

Mais conteúdo sobre:
Bovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.